Notícia

Uma tragédia brasileira: Miguel, de apenas 5 anos, cai de altura de 35 metros após ser abandonado dentro do elevador pela empregadora de sua mãe

Miguel Otávio Santana da Silva, de apenas cinco anos, acompanha sua mãe, Mirtes Renata Souza, em um dia de trabalho no apartamento dos empregadores.

O edifício tem 42 andares, faz par com o prédio ao lado. São conhecidos como as “Torres Gêmeas” de Recife.

Mirtes precisa sair do apartamento para levar o animal de estimação dos patrões para passear. Ela deixa Miguel aos cuidados de Sari Côrte Real, a empregadora.

Nas câmeras de vigilância, vemos o menino saindo por uma porta e entrando no elevador. Sari vem atrás; ela aperta em botão no topo do painel de andares.

Então, a mulher o abandona dentro do elevador. As portas se fecham.

Confuso, Miguel aperta nos botões de outros andares.

Quando deixar o elevador, sozinho, o menino de cinco anos cairá de uma altura de 35 metros. Será encontrado por sua mãe na volta do passeio.

Miguel não sobreviverá.

A Polícia Civil de Pernambuco indiciou Sari Côrte Real por homicídio culposo, ou seja, quando não há intenção de matar. Ela foi liberada após pagar fiança de 20 mil reais.

REPRODUÇÃO FACEBOOK
Foto: Reprodução / Facebook