NA COZINHA

Ouro líquido: razões para cozinhar com azeite de oliva, o componente clássico da cozinha mediterrânea

Muito usado em países como a Grécia, a Espanha e Portugal, o azeite de oliva é, sim, muito bem-vindo para cozinhar alimentos, pois sua composição não é alterada de forma significativa quando vai ao fogo. E, mesmo sendo ideal consumi-lo a frio, não deixa de ser a opção mais saudável na panela quente, pois oferece boas gorduras. Lembre-se que o fruto das oliveiras é rico em antioxidantes, ou seja, é resistente à oxidação, podendo ser cozido. Como tempero na salada ou no fogão, o item clássico da cozinha mediterrânea reduz a probabilidade de trombose, previne doenças cardiovasculares, diabetes e o declínio cognitivo da idade que causa doenças como o Alzheimer; isso tudo além de proporcionar o bom colesterol.

Foto: Tolu Bamwo / Nappy