saúde

Setembro Amarelo e o Dia Mundial da Prevenção ao Suicídio: uma campanha que salva vidas

O Dia Mundial da Prevenção ao Suicídio acontece no 10 de setembro, e alerta para mais de 1 milhão de casos de suicídio registrados no mundo anualmente, sendo cerca de 12 mil no Brasil. Iniciada em 2014 por uma parceria entre a Associação Brasileira de Psiquiatria e o Conselho Federal de Medicina, a campanha do Setembro Amarelo também combate o preconceito que ronda essa pauta tão importante, esclarecendo que, assim como doenças físicas, doenças mentais também são tratadas por um médico. Como funciona? Ao checar os exames do paciente, o psiquiatra prescreverá o melhor tratamento, seja farmacológico, psicoterápico ou uma combinação dos dois de acordo com cada caso.

A campanha destaca que existem diversas enfermidades (depressão, transtornos de ansiedade, alimentares, dependência química, etc), sendo necessário buscar ajuda profissional para tratá-las, e informa sobre os fatores de risco e sinais de alerta para que a prevenção seja eficaz. Ainda, um dos temas indispensáveis do Setembro Amarelo é a automutilação de crianças e adolescentes; no site, material com orientações sobre como agir na carta aos pais, responsáveis e educadores.

No Encontre Ajuda, a campanha possibilita uma busca por médicos associados reiterando que: “se você está incomodado (a) com seus pensamentos, sentimentos ou comportamento, é fundamental que procure um psiquiatra para buscar informações”.

Foto: Mi Pham / Unsplash