TEMPO

Chega a primavera no hemisfério Sul: as luas, o fim da seca e o que esperar do La Niña

Foi um longo inverno, e até ciclone bomba tivemos em 2020, mas a chegada da primavera traz algumas boas notícias! Em Brasília, que enfrenta seca há 126 dias, as chuvas retornam já na véspera do equinócio, e chances de pancadas aumentam até o dia 25. Depois do calorão recente e da reviravolta com chuvas deste fim de semana, São Paulo e Rio de Janeiro seguirão com temperaturas mais amenas pelos próximos dias. Ainda em São Paulo, que enfrentou duro período de seca, o mês de outubro promete ser chuvoso! Para novembro e dezembro, uma chuva mais frequente e volumosa é esperada em Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro. Já no Sul, o fenômeno La Niña diminuirá a umidade, porém, não deve ser intenso, e outubro seguirá como o mês mais chuvoso na região. Em contraste, começa a temporada de secas e calor forte no Nordeste. Ao longo da primavera, a parte mais ao norte da região Norte também deve contar com pouca chuva. A lua, agora Nova, entrará na fase Quarto Crescente na terça-feira, e passa para Cheia no 1º de outubro. Máxima de 31°C em Macapá, 29° em Carauari e 34° em Cuiabá no 22 de setembro, o primeiro dia da nova estação.

As informações foram coletadas em matérias do site Climatempo.